sábado, 10 de abril de 2010

Amor

Vivo me perguntando sobre o que é o amor. Talvez me pergunte pra justificar sentimentos que tenho. Fico pensando também, mas se eu me pergunto, é porque não sei o que é ou não estou vivendo ele, só imagino o que seria.

O fato é que sinto um monte de coisa e acho que isso é normal.

Sinto amor, carinho, admiração, medo, ansiedade, inveja, saudade, carência...

Agora o danado do amor está acima de todas essas outras. O amor mantém o carinho e a admiração, afasta o medo, a ansiedade, a inveja. O amor não deixa com saudade, somente o suficiente para que o reencontro tenha mais emoção. E a carência? Essa com o amor, nem existe...Isso, eu imagino.

Na prática, estou sentindo todos os itens da lista, depois do amor, claro...

Nenhum comentário:

Postar um comentário