terça-feira, 20 de abril de 2010

Blog

Tem gente que entra na nossa vida e tudo o que mais queremos é falar com ela tudo o que passa conosco, simplesmente pq sabemos que aquela pessoa vai compartilhar daquilo com vc.

Meus pais e minha irmã, por exemplo, sei que eles realmente ficam felizes com as minhas conquistas mesmo no meio das minhas doideiras...

Quando eu era mais nova, eu não tinha a noção de que tudo acaba um dia. Não tinha noção da transição que ocorre toda hora, de como as coisas mudam o tempo todo.

Gostar de falar pra alguém (sem ser família) de algo muito bom que esteja acontecendo já aconteceu algumas vezes e todas as vezes foram com pessoas que me relacionei afetivamente.

Atualmente, ninguém, ninguém mesmo. A transição aconteceu. Triste parece, né? Agora eu voltei a ter relações afetivas com esse blog que nada mais é do que a relação que tinha com minha antiga agenda que escrevia tudo o que sentia. Aqui, o falar é pra mim! Eu tenho um encontro comigo. E ter um encontro consigo não é nada fácil. Vc não tem como esconder o que te aflige, as suas fragilidades, suas limitações e às vezes até sabe o certo a fazer, mas não confia muito no próprio conselho.

Espero em breve parar de escrever no blog e ter alguém pra contar, pra amar.

3 comentários:

  1. Ei... nada de desprezar a coitada da escrita. Parece aquelas relações canalhas de "se não tem tu, vai tu mesmo", hahaha. Escrever é muito bom, é libertador, diria...

    ResponderExcluir
  2. Hahaha...é verdade. Mas talvez seja uma forma de aproximação pra quem não tem o hábito como eu.

    ResponderExcluir
  3. Eu acho q dá pra conciliar os dois hem!? O blog de fato é um encontro com você mesma, quantas vezes eu já fui ao meu procurando respostas e ele (por meio da escrita) me mostrou.
    Mas eu não encontro isso só com ele, encontro em meio a conversas tbm, pq conversar e bom e necessário. Sabe o que eu acho mesmo que acontece, nós nos afastamos dos outros (e as vezes até de nós mesmos) e depois ficamos nos desculpando porque nossa vida é corrida e a vida de nossos amigos tbm é... na verdade é tudo balela, se formos parar pra pensar nunca tivemos vida tranquila, sempre estamos na batalha diaria. O fato é: as vezes devemos deixar um pouco a internet de lado e fazer aquela ligação que faziamos antigamente, ou marcar o cinema com alguém. Eu confesso que me esqueço disso as vezes, mas quando lembro, por incrivel que pareça, ainda encontro pessoas dispostar a fazer este tipo de coisa, e ai eu me perg se eu que não estou perdendo o trato com a vida, me escondendo atras dos meus afazeres e da minha preguiça de sair de casa. Porque é muito mais facil dar dois cliques na "janelinha" de alguém e dizer : Oie :)... Beijos Elen
    (Ta vendo tbm encontro respostas nos blogs alheios hehe)

    ResponderExcluir